Loading...
algodão & sustentabilidade

7 de outubro: como surgiu o Dia Mundial do Algodão e por que essa data é importante?

7 de outubro de 2022 | 2

Temos muito o que comemorar no dia 7 de outubro! No Dia Mundial do Algodão, nós nos orgulhamos em exaltar essa fibra tão importante para a economia global, a moda e o bem estar das pessoas. Mas, você sabe como surgiu essa data? 

Como e por que surgiu o Dia Mundial do Algodão 

O Dia Mundial do Algodão foi criado em 2019, em Genebra, na Suíça, durante um evento organizado pela OMC (Organização Mundial do Comércio) e teve apoio da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), o Centro Internacional de Comércio (ITC) e o Comitê Consultivo Internacional para o Algodão (ICAC) 

A comemoração dessa data homenageia o algodão, fibra que mais impulsiona o setor agrícola e a economia mundial e que impacta mais de 100 milhões de famílias produtoras ao redor do planeta. 

O algodão é cultivado em mais de 70 países, movimentando 10 trilhões de dólares por ano. O Brasil, por sua vez, tem um importante papel no setor produtivo, já que é o quarto maior produtor do mundo, segundo maior exportador e o sétimo maior consumidor de algodão.  

Para se ter uma ideia, em 2022, a cotonicultura se tornou a quarta cultura brasileira mais importante, totalizando R$41 bilhões do VBP (Valor Bruto de Produção Agropecuária).   

Lavoura de algodão responsável | Foto: banco de imagens Abrapa

A importância da cultura do algodão 

O papel que o setor algodoeiro desempenha na economia mundial é de extrema importância, pois fornece matéria-prima para a indústria têxtil, gera produtos agrícolas, além de a fibra e seu caroço também serem utilizados nas áreas alimentícia, de saúde, cosmética, entre outras. Portanto, a fibra de algodão impulsiona a economia global, nacional e regional de forma super abrangente.  

Além disso, o algodão tem características que o fazem ser a fibra natural mais utilizada no mundo, tanto na moda como na área de cama, mesa e banho, decoração, artesanato e insumos hospitalares. Isso porque a fibra de algodão é natural, biodegradável, confortável e muito versátil.  

Além de ser um super parceiro no dia a dia das pessoas, o algodão também é amigo do meio ambiente! 

Júlio Cézar Busato, presidente da Abrapa || Foto: divulgação

O presidente de Abrapa (Associação Brasileira dos Produtores de Algodão), Júlio César Busato, afirma que escolher a fibra é um gesto de responsabilidade. “Celebramos o dia junto aos produtores de algodão que incorporam à fibra natural a sustentabilidade na cultura, tão essencial nos dias de hoje. Agradeço pelas contribuições, por se adaptarem e perseverarem nas mudanças que foram necessárias para mantermos a qualidade do algodão brasileiro”, salienta. 

A fibra já é usada diariamente ao redor de todo o mundo e faz parte de uma das cadeias que mais gera emprego em diversos países. Algodão, economia, bem-estar e meio ambiente andando juntos! 

Produtos feitos com algodão

Caroço do algodão também é aproveitado pela indústria de alimentos, cosmética e nutrição animal | Foto: banco de imagens Abrapa

Do algodoeiro nada se desperdiça. Existem partes da planta de algodão que são destinadas a diversos setores da indústria e estão presentes no seu dia a dia mais do que você imagina!   

O pé de algodão tem altíssimo nível de aproveitamento, sendo que uma das partes amplamente utilizada é o caroço do algodão. A partir dele, é possível produzir:  

  • Óleo cru: que serve de base para a produção de biodiesel, óleo refinado e borra; 
  • Torta e farelo: que se transforma em ração animal para ruminantes e adubo; 
  • Sementes deslintadas: que serão utilizadas para novas plantações. 

Se você quer saber mais sobre o que pode ser feito com algodão, acesse o nosso artigo sobre o assunto.

Parcerias especiais no Dia Mundial do Algodão 

E, para comemorar esse dia especial, contamos com parcerias que estão juntas do nosso movimento, deixando a moda cada vez mais responsável.  

Ao lado da empresária e especialista em moda Maria Prata, lançamos a campanha “Segue o fio”. O vídeo tem o objetivo de mostrar a jornada que o algodão percorre para se tornar sua camiseta favorita, aquele lençol aconchegante ou seu moletom quentinho. Cada etapa desta produção é essencial para que ele se transforme em um produto de qualidade! 

E não paramos por aí. A Riachuelo, uma das maiores varejistas de moda do Brasil, oficializou hoje (07/10), a adesão como parceira do movimento Sou de Algodão. 

Rumo a novas soluções e a um jeito mais responsável de fazer moda, a Riachuelo, por meio do CRIA!, movimento da marca para materializar a responsabilidade com a sociedade e com o meio ambiente, conheceu de perto o nosso trabalho, após a experiência imersiva na Cotton Trip, uma iniciativa onde levamos gestores de grandes marcas brasileiras até os campos de algodão. 

 “Tivemos o imenso prazer de conhecer de perto o movimento que promove a produção responsável da fibra, algo essencial para a Riachuelo que atua fortemente na preservação da cadeia de valor para ofertar produtos que causem menos impactos ambientais desde a extração da matéria-prima até a entrega do produto na arara”, diz Valesca Magalhães, gerente executiva de Sustentabilidade da Riachuelo. 

Também em comemoração ao Dia Mundial do Algodão, ontem fizemos um webinar para nossas marcas parceiras para explicar sobre os diferentes tipos de algodão cultivados no Brasil com a participação de Márcio Portocarrero (diretor executivo da Abrapa) e Alderi Emídio de Araújo (chefe geral da Embrapa Algodão), com mediação de Luciano Thomé e Castro, sócio-diretor da Markestrat Group.  

Confira como foi AQUI.   

O Movimento Sou de Algodão 

O objetivo do movimento é desenvolver a consciência do público brasileiro em torno do consumo responsável e informá-lo sobre os inúmeros benefícios ao optar pelo algodão nacional!  

Doroteia Costura Afetiva, parceira Sou de Algodão | Foto: Instagram

Fazemos esse trabalho de várias maneiras: através de conteúdo nas redes sociais, aqui no nosso blog, campanhas offline, ações pontuais com formadores de opinião e presença na mídia. Criamos diálogos com diversos públicos do universo do algodão: consumidor, empresas, produtores rurais, varejistas, fiações, tecelagens e outros elos da cadeia têxtil. Tudo para que cada pessoa compreenda a importância do algodão brasileiro a partir do seu próprio ponto de vista.   

Além de conversar com um público plural, reunimos marcas parceiras que abraçam nossa causa e trabalham com produtos com, no mínimo, 70% de algodão em sua composição. São elas que vendem e fazem a diferença no mercado.  

No início de 2017, o movimento tinha menos de 400 marcas parceiras, mas, hoje, somamos mais de 1.100 empresas que têm, em seus produtos, as tags do movimento e divulgam a seus clientes os benefícios da nossa fibra. 

Quer saber mais sobre o movimento ou curiosidades dessa fibra que já tem moradia em nossos corações? Continue acompanhando nossos canais de comunicação! 


0 comentários

deixar um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *