A alfaiataria clássica e o design contemporâneo. Foi com essa ousada composição que Mateus Cardoso criou a estética vencedora do 1º Desafio Sou de Algodão + Casa de Criadores.

Participar e vencer o Desafio, segundo ele, agrega à sua formação. “Foi uma surpresa. Tinha muita gente boa participando, fiquei muito emocionado. Como estudante, participar de um evento desses é ótimo porque abre muitas portas. A experiência toda foi muito enriquecedora”, avalia.

Apesar do sucesso no Desafio, o jovem estilista de 22 anos e natural do pequeno município de Monte Belo/MG descobriu a moda há pouco tempo: saído do ensino médio, sua vontade inicial era ser piloto de avião. Passou por um período no curso de relações internacionais e, depois de refletir sobre seus desejos profissionais, aterrissou no curso de Moda da Faculdade Santa Marcelina, em São Paulo.

Cardoso comenta que aprendeu tudo do zero depois que decidiu entrar para o universo fashion. “Foi ótimo, porque cheguei sem saber nada e me empenhei demais. Aprendi muito, fiz cursos. Tinha a sensação de que estava um pouco atrasado em relação aos colegas”, diz. A base dada pela faculdade se complementou com especializações, participação em outros concursos e outras experiências profissionais, como quando andou por São Paulo em busca de alfaiatarias tradicionais que o ensinassem esse trabalho – algo que foi bastante desafiador e, ao mesmo tempo, importante na carreira do estilista.

A participação no Desafio foi a primeira em que Mateus Cardoso se apresentou sozinho. O universo da moda masculina, especialmente a alfaiataria clássica aprendida ao longo de sua trajetória, mesclado aos aprendizados técnicos adquiridos na faculdade, foi a tônica das criações. O estilista já havia usado algodão outras vezes, mas nunca com o foco exigido no Desafio. “A gente vai se adaptando ao uso da fibra. Foi desafiador trabalhar com algodão e alfaiataria ao mesmo tempo, mas fui moldando tudo, inclusive a tonalidade de cor, e cheguei onde queria. O bom é que o algodão é fácil de costurar”, comenta.

O futuro próximo de Mateus já reserva para ele bastante trabalho. Atualmente no quarto ano do curso, o estilista precisar conciliar a entrega do trabalho de conclusão de curso e o desenvolvimento da segunda coleção para a Casa de Criadores, resultado de sua vitória no Desafio – ambos compromissos para o fim deste ano.

Além disso, ele diz que várias encomendas de peças apresentadas no último desfile já foram feitas. “Pretendo começar a marca no ano que vem, depois dessas entregas” diz, planejando o futuro mais que promissor.