Loading...

blog / Sou de Algodão dá as boas vindas aos novos parceiros

por dentro do movimento | 29 de junho de 2020 | 0

Marcas e estilistas do line-up da Casa de Criadores, empresas de confecção e vestuário, como Dario Mittmann e Das Haus, estão entre os novos parceiros do movimento.

 

O Movimento Sou de Algodão, que visa estimular o consumo do algodão na indústria da moda, anuncia seus novos parceiros. Entre eles, estão marcas e estilistas do line-up da Casa de Criadores, empresas de confecção e vestuário.

Atualmente, a iniciativa, idealizada pela Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), já conta com mais de 200 parceiros dos mais variados segmentos. De acordo com Milton Garbugio, produtor e presidente da Abrapa, todas essas marcas estão em busca de uma moda consciente com o meio ambiente, trabalhando com fibras que estejam de acordo com o princípio da sustentabilidade.

Novos parceiros e Casa de Criadores

O destaque do mês é o engajamento das marcas e estilistas que integram o line-up dos eventos da Casa de Criadores.
Entre os profissionais de moda que fazem parte dessa lista, estão Dario Mittmann e Rodrigo Evangelista, respectivamente segundo e terceiro colocados no 1º Desafio Sou de Algodão + Casa dos Criadores, que têm seus portfólios editoriais em revistas nacionais, além de vestir celebridades. Há também outras marcas e estilistas da Casa de Criadores: Rafael Caetano, professor do Senac, que trabalha com peças para público gay; Alex Kazuo, que traz o
minimalismo oriental no estilo; Cisô Atelier, primeira marca de lingerie a estrear no evento, em 2019; Das Haus, dos sócios Felipe Fanaia e Rober Dognani – o estilista mais antigo da Casa.

Em se tratando das marcas engajadas na parceria, estão Aldeia Ensaio; Ana Guarisse; Arriro Camisaria; Bonjour Paris; Moths; RVB Malhas; Traqueia.Co; Vestô; VinciXX; e a Souza e Cambos.

“Almejamos que cada vez mais as pessoas conheçam e acreditem no Movimento e passem a fazer parte, já que somos uma garantia para que as empresas possam se posicionar de forma mais responsável, valorizando o algodão e compartilhando um propósito”, comenta o presidente da Abrapa.

0 comentários

deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *