Loading...
inovação e diversidade

Criação de uma roupa: como funciona esse processo?

6 de maio de 2024 | 0

Entre o campo e guarda-roupa, existe uma longa jornada. A criação de uma roupa de algodão acontece em um processo complexo, que combina estudo, tendência e responsabilidade.

 

Você já se perguntou como o algodão se transforma em tecido e chega até as prateleiras das lojas? Para responder a essa pergunta, chamamos a marca parceira Cataguases para explicar tim-tim por tim-tim sobre a criação de uma peça de roupa. E sim, o processo é bem mais complexo e vai além do corte e costura.  

1. A Origem no Campo

Campo de algodão | Foto: Carlos Rudney / Abrapa

Para que qualquer peça possa ser criada, o algodão precisa ser plantado. Então, tudo começa na lavoura após o solo ser preparado com os nutrientes básicos. Após o plantio, a fibra passa pelo processo de germinação, flores, maçãs, capulho e colheita. Em 180 dias, aproximadamente, a pluma está madura para ser colhida.

2. Segue viagem

Beneficiamento do algodão | Foto: Carlos Rudney / Abrapa

O algodão colhido é enfardado e vai para unidade de beneficiamento. Após limpeza e descaroçamento (sim, o algodão tem caroço!), a  pluma separada é prensada, ensacada e se transforma no “fardinho”. Assim, já está pronto para embarcar para as fiações nacionais e em navios, para exportação. Aqui explicamos detalhadamente sobre todo esse processo!

3. Fio a fio

Produção de fios de algodão | Foto: Carlos Rudney / Abrapa

A pluma então passa pela fiação. Por lá, maquinários de alta tecnologia torcem e tracionam a fibra, criando os diversos fios. São eles que, depois, se tornarão tecidos das mais variadas gramaturas.

4. Análise da Demanda e Inspiração

Foto: Cataguases

No início da criação de uma roupa, é preciso pensar no tecido. A equipe da Cataguases, por exemplo, analisa as demandas do mercado, nacionais e internacionais. Esta etapa é crucial para definir que tipo de fio, tecido ou peça final serão desenvolvidos, seja para atender um pedido específico de uma empresa cliente, ou para inovar no próprio portfólio da empresa.

5. Design e Desenvolvimento

Estudo de tecidos | Foto: Cataguases

Com as tendências em mãos, os designers começam a trabalhar na criação, cores, modelagens (shapes) e estilos das futuras peças de roupas. Este processo criativo é essencial para garantir que o produto final esteja alinhado com as expectativas do mercado e as necessidades dos consumidores.

6. Criação do Tecido

Tecido criado e produzido em larga escala | Foto: Cataguases

Uma vez definido o design, a equipe técnica realiza cálculos estruturais para desenvolver o tecido. É produzido um tecido piloto, que serve como um protótipo para testar todas as características e propriedades desejadas. Este passo é decisivo para assegurar que o material possa ser produzido em larga escala sem comprometer a qualidade da roupa.

7. Aprovação e Produção

Foto: Cataguases

Se o tecido piloto atender a todos os critérios, ele é aprovado para produção em maior volume. Paralelamente, a peça-piloto também é desenvolvida para testar o caimento e a adequação do tecido ao design proposto. Apenas após esses testes e ajustes, a peça é finalmente aprovada para a produção em massa.

8. Corte, Costura e Acabamento

Profissional dá o acabamento no tecido | Foto: Cataguases

O próximo passo é o corte do tecido de acordo com os moldes das peças, seguido pela costura. Neste estágio, a qualidade da roupa é rigorosamente verificada, desde as costuras até os acabamentos finais. Cada detalhe conta para garantir que o produto final seja não apenas bonito, mas também durável e confortável.

9. Distribuição e Venda

Uma vez finalizada, a roupa é produzida em grande escala, embalada e distribuída para lojas e revendedores em todo o País. Ela está pronta para encontrar seu caminho até os consumidores finais e se tornar parte de seus guarda-roupas.

Cada peça de algodão que você escolhe tem uma longa história por trás, marcada por escolhas cuidadosas e muita dedicação. Diz aí, você sabia que para criar sua roupa favorita, acontece todo esse processo?


0 comentários

deixar um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *