Loading...
empreendedorismo

5 dicas de como praticar a transparência na sua empresa

20 de outubro de 2023 | 2

Sustentabilidade vende e, aparentemente, ficou muito fácil – pelo menos na internet – se engajar em práticas socioambientais. Mas quem será que, de fato, pratica o que discursa? Essa é uma questão central quando pensamos na efetividade do ESG e o caminho viável para comprovar tais práticas é através da transparência.

“Onde não há transparência, não pode existir confiabilidade – Iolanda Brazão”

A idealização da sustentabilidade não é novidade e a sua percepção para quem precisa colocar a mão na massa e resolver os gargalos produtivos, buscando ter alinhamento e diminuição de impacto negativo, muitas vezes, é de desesperança. Isso acontece por termos medo de entrar num universo novo, pouco regularizado e em constante transformação como as práticas de sustentabilidade para empresas.

Ter clareza das ações necessárias e entender que seu desenvolvimento é progressivo e constante é fundamental para que não caiamos na apatia. Olhar de dentro para fora (da sua empresa) é o primeiro passo para entender a complexidade e importância de melhorar as práticas de sustentabilidade. Com as dicas a seguir, esperamos deixar mais palpáveis essas ações e mostrar que transparência é fácil de entregar, quando você verdadeiramente já se engaja no tema.

O que é transparência na sustentabilidade?

Comunicar com viés educacional as práticas internas da empresa, de maneira inclusiva, responsável e com veracidade ao que de fato é realizado. Importante ainda entender que transparência não precisa ser sobre conquistas alinhadas, mas comunicar a evolução das práticas internas para efetivar o objetivo sustentável definido. Assim deixamos a sustentabilidade cada vez mais empática e realista, já que no trajeto da identificação até a resolução de qualquer problema existe um caminho extenso a ser percorrido.

Para estimular que a sua marca adote a transparência como pilar fundamental, providenciamos 6 dicas iniciantes de como efetivar e comunicar melhor a pegada socioambiental da sua empresa.

1. Faça a descrição correta dos seus produtos na loja online

A construção da confiança na comunicação de transparência deve permear todos os pontos de contato da sua empresa. Fazer a descrição correta dos seus produtos, não apenas a partir de obrigações legais, mas também considerando fatores de sustentabilidade é uma iniciativa importante no relacionamento com o cliente.

Como fazer:

  • Informe a composição dos produtos;
  • Informe a origem da produção. É nacional? É local?
  • Coloque dicas de utilização para que tipo de pele, estação, ocasião;
  • Informe como cuidar ou armazenar os produtos no pós compra;
  • Informe as certificações relacionadas ao produto;

2. A comunicação precisa refletir a realidade

A rotina empresarial é composta por dificuldades recorrentes em diversos assuntos, o que não precisa deixar a sua comunicação de transparência pessimista, mas deve-se atentar à veracidade nas práticas internas. Os consumidores não querem ser ludibriados, receber informações que representem parcialmente a realidade ou que sejam idealistas e pouco práticas.

Como fazer: conte como foi o processo até a sua empresa conseguir efetivar uma melhoria sustentável. Por exemplo: como foi conseguir implantar a logística reversa? Quais etapas foram mais desafiadoras? Quanto tempo levou até chegar à solução atual? Quais as limitações e melhorias futuras dessa solução?

Isso traz um olhar empático sobre o problema e passa mais confiança ao seu consumidor.

3- Divulgue periodicamente ações de melhorias

Crie uma sazonalidade (semanal, mensal, anual…) para manter o seu público atualizado. Essa medida é importante por entender que as ações e o compromisso da sua marca com a sustentabilidade são perenes, logo constantemente atualizadas. Forneça relatórios que esclareçam a representatividade das medidas com o contexto geral da sua empresa, que demonstrem a evolução das ações, faça publicações que abram o tema para diálogo e esclarecimentos ao público. Quanto mais abrimos o diálogo para esses assuntos, mais eles são pulverizados.

Um exemplo a ser estudado é o “momento transparência” da empresa Ideia Crua, que comunica em seu Instagram, a partir da seleção de temas específicos, como as ações socioambientais são efetivadas dentro da empresa.

Acesse AQUI para conhecer essa iniciativa.

4. Esteja associado a fornecedores alinhados à sustentabilidade

A sustentabilidade não passa a existir apenas quando você coloca seus produtos em embalagens biodegradáveis ou quando você remunera de maneira justa a sua equipe interna. A cadeia de produção e seu compromisso com boas práticas socioambientais deve ser estendida para representar de fato o impacto ambiental dos seus produtos ou serviços.

Sendo assim, faça a apuração e escolha de fornecedores alinhados aos valores da sua empresa. Tendo esse alinhamento você pode incorporar essas informações na sua comunicação de transparência de maneira positiva.

Como fazer: elabore um questionário socioambiental para ser enviado a seus fornecedores antes de formalizar a parceria. Outra opção é iniciar a sua busca por empresas com adesão a selos de sustentabilidade ou iniciativas como o movimento Sou de Algodão, que prioriza empresas que trabalham com matéria-prima com, pelo menos, 70% de algodão da sua composição.

5. Quais práticas de sustentabilidade a sua marca atende?

A sustentabilidade é um tema amplo que tem suas ramificações e movimentos que representam práticas específicas aos quais a sua empresa pode se associar. Entender essas variações e possibilidades é aplicar um filtro para conseguir focar em resultados objetivos e menos dispersos, assim ajuda a comunicar com mais eficiência e transparência.

Como fazer: estude os movimentos existentes e escolha o que mais está associado à missão da sua empresa. É recomendável que você inicie a adequação interna com apenas uma das ramificações do movimento, assim potencializa as chances de sucesso e facilita ajustar o que for necessário junto à sua equipe.

Exemplo de ramificações do tema: Economia circular, Zero Waste, Plastic Free, ODS da ONU.

A comunicação de transparência não pode ser apenas mais uma tendência de moda, mas uma prática enraizada na cultura empresarial dos negócios que se preocupam com o futuro.

Através da educação e do comprometimento com a realidade das práticas internas empresariais, as perspectivas para um comércio mais consciente passam a ser palpáveis.

Faça a adesão dessa conduta para ampliar a percepção de valor do seu negócio aos consumidores, afinal de contas, quem realmente pratica o que discursa merece ter o devido reconhecimento.


0 comentários

deixar um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *