Loading...
moda & estilo

Moda e Skate: o estilo muito além do esporte

19 de junho de 2024 | 0

Celebrado em 21 de junho, o Dia Mundial do Skate traz uma nova reflexão: como o esporte impactou a moda e a música nas últimas décadas e estabeleceu uma nova identidade para o street style 

Contrariando o movimento natural de não buscar holofotes, os skatistas conquistaram o seu lugar ao sol muito bem acompanhados de muita personalidade. E foi o estilo despojado, com a confiança de quem não se importa com a opinião alheia, que entregou a liberdade que esses atletas precisavam. Afinal, eles sabem: legal mesmo é se sentir confortável.  

Em celebração ao Dia Mundial do Skate, comemorado no dia 21 de junho, bora falar sobre como esse estilo – que já carregou estereótipos negativos – tem brilhado cada vez mais no esporte, na música e na moda?  

Chorão, vocalista do Charlie Brown Jr, falecido em 2013

Movimento de Rua, Charlie Brown Jr. e skate

Desde que esse movimento cultural surgiu em 1950 – com uma nova perspectiva em 1970 -, nós temos acompanhado suas vestimentas.

O rap e o skate têm muito mais em comum do que você imagina, pelo menos aqui no Brasil. Se você é da década de 1990 — alô, geração Z e millennials -, com certeza viveu a febre da banda Charlie Brown Jr.

As músicas tocavam em todas as rádios, os integrantes estavam em todas as capas de revistas teen e a mistura de rap com rock nacional embalava as principais emissoras do Brasil.

                                                L7 em ensaio para a Red Bull | Foto: divulgação

O estilo de se vestir dos skatistas – e das bandas ligadas a este estilo de vida – passou pelos jeans rasgados, tênis de cano alto, sneakers, camisa xadrez, até se unir à cultura do hip-hop e abraçar roupas mais largas, estruturadas, calças cargo e t-shirts que roubavam a cena. Se você, em algum momento da sua adolescência nos anos 1990, não se vestiu com algum desses itens, você estava vivendo errado.

Mas, essa época de ouro fez muito mais do que nos deixar apaixonados pela música brasileira: ela nos fez olhar para o skate e — consequentemente — para o estilo dos skatistas de uma forma diferente. Afinal, quem não queria ser um “bad boy” ou uma “bad girl” na adolescência?

O skate e a moda hoje 

Um artista atual que mostra muito bem como os universos da moda, do skate e do rap se relacionam, é o Lennon, mais conhecido como L7. Antes de entrar para o ramo da música e cantar hits que tocaram incansavelmente no nosso Spotify e YouTube, ele era skatista profissional, patrocinado pela Red Bull.  

“Eu não me apaixonei só pelo skate em si, mas também por toda a vivência, ligado? Os grandes ensinamentos da minha vida, eu tive com a minha família e o skate. No meio desse caminho, eu passei a me dedicar integralmente à música, mas a paixão pelo skate nunca diminuiu.” — L7 para a revista Rolling Stones  

Hoje, o L7 tem diversas collabs com a marca de sandálias Kenner, é vestido por grandes marcas nacionais e internacionais, foi embaixador da Ralph Lauren e prestigiou o primeiro desfile de Pharrell Williams, como Diretor Criativo da Louis Vuitton, a convite da própria marca, ok? Ok!                                                                                                                                                                                                                                                           


L7 na capa da Vogue Junho / L7 assina collab com Kenner / L7 ao lado do produtor Papatinho

 

Skate nas Olimpíadas 

Rayssa Leal conquista a medalha de prata no skate street feminino | FONTE

Foi no ano de 2020, nas Olimpíadas de Tóquio, que o skate foi aprovado como uma das novas modalidades do programa e passou a ser olhado de outra forma. A ascensão da Rayssa Leal – medalha de prata na estreia do street como esporte olímpico – foi um fator fundamental para o jogo mudar.  

Além disso, Rayssa foi campeã mundial em 2019 e levou o bronze em 2021, também se consagrando como a skatista mais jovem a vencer uma final feminina do Street League Skateboarding World Tour, com 11 anos.  

Como diria a filósofa norte-americana Angela Davis, “Quando a mulher negra se movimenta, toda a estrutura da sociedade se movimenta com ela.” E assim, uma adolescente negra e nordestina abriu os caminhos para que mais meninas pudessem se inspirar e escolher um esporte predominantemente masculino como uma opção para se aventurarem e até se profissionalizarem.

Moda urbana  

Muito parecido com o street style, a moda urbana tem ganhado cada vez mais espaço e diversidade! Se, antes tudo era over demais, agora, a mescla entre tamanhos e tecidos é o que fará toda a diferença para que você encontre sua personalidade nessa estética.   

Ao procurar “looks de skatistas” no aplicativo Pinterest, diversas opções aparecem e, entre as inserções de crochê, camisa social, croppeds e outras peças, as possibilidades de apostar nesse estilo são infinitas. Vai uma inspiração aí para curtir o Dia Mundial do Skate a caráter?

Algumas marcas levam o “skate life” (em tradução livre, “vida de skate”) como conceito criativo, já que o esporte também faz parte do dia a dia dos seus sócios e colaboradores.  

A marca nacional High Company, por exemplo, conseguiu mostrar aos seus consumidores o valor desse estilo de vida, fazendo com que o preço dos seus produtos seja algo quase irrelevante para quem acompanha e consome essas peças.

E da rua às passarelas, esse esporte segue inspirando a moda em todas as suas nuances. Recentemente, o estilista João Pimenta, em parceria com o nosso movimento, apresentou seu último desfile no Edifício Martinelli, que teve como inspiração a moda urbana, manualidades e o skate. 

Desfile João Pimenta + Sou de Algodão, no Edifício Martinelli em 2024 – celebrando o streetstyle | Foto: divulgação

Por isso, a moda precisa ser vista como uma forma de expressão e identidade. Afinal, foi essa longa parceria entre dois mundos que potencializou o skate como esporte e encheu os fashionistas de inspiração.  

Aproveite o Dia Mundial do Skate para se jogar nesse estilo! 


0 comentários

deixar um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *