Loading...
empreendedorismo

Como escolher a melhor linha para artesanato?

21 de maio de 2023 | 1

Tem dúvidas sobre qual é a melhor linha para artesanato? O Osni Júnior, diretor de marketing da Círculo, te ajuda na missão de escolher o material ideal para a sua arte!

O feito à mão está conquistando cada vez mais adeptos. A sensação de você mesmo fazer sua roupa é algo que, além de satisfatório, traz emoções afetivas e ainda ajuda na concentração e na criatividade. Por isso, saber qual a melhor linha para artesato é o início de uma jornada de sucesso!

Para entrar nesse universo incrível do feito à mão, é importante saber alguns detalhes específicos sobre os materiais usados para essas técnicas, a fim de facilitar a execução e obter resultados melhores para suas criações.  

A escolha da melhor linha para artesanato vai depender de algumas questões como: a técnica que será utilizada, qual peça será confeccionada, qual o estilo (tipo de ponto) você pretende usar, entre outras.  

Com essas definições, é possível traçar melhor qual o fio e acessórios mais indicados para o seu projeto. Para ajudar, vou destacar aqui algumas dicas fundamentais para decidir as melhores opções para suas criações em crochê, tricô, amigurumi, macramê e bordado.  

Espero que ao fim desta leitura você consiga fazer as suas escolhas de forma mais certeira e produtiva. Vamos lá? 

Para começar, ressalto que a escolha do fio certo para a técnica e o projeto escolhido são essenciais, pois isso impactará na aparência, textura e durabilidade do seu trabalho. Veja algumas orientações para você decidir qual a melhor linha para o seu artesanato. 

 Quais são as principais fibras?

As mais utilizadas para trabalhos handmade são as de algodão, lã, acrílico e as mistas (como algodão e acrílico, ou algodão e lã de alpaca, ou algodão e outras fibras).   

Algodão: é a fibra preferida e, por ser natural, possui uma textura macia, tem menor chance de provocar alguma irritação ou alergia na pele, além de também ser durável e resistente.  Os fios de algodão podem ser usados para a confecção de peças de moda e decoração. Podemos destacar aqui ainda os fios feitos de algodão egípcio e mercerizado, que conferem brilho e sofisticação às peças, indicados para bordados. 

Lã: tem um toque macio e quente, é uma fibra flexível e ideal para projetos de inverno, como cachecóis, gorros e mantas.  

Acrílico: é uma fibra sintética e bem popular, pois possui um preço mais acessível. Recomendada para iniciantes.  

Fio misto: combina caraterísticas de diferentes fibras, tem maciez e boa durabilidade. 

Qual projeto será executado?

Você vai tecer algum item de moda ou decoração? Possui algum tipo de textura diferenciada? Se for moda: é roupa ou acessório? É para ser usado no verão ou inverno? Exige um caimento mais leve ou mais encorpado? Pontos mais abertos ou fechados? Para peças de decoração: são itens maleáveis ou mais rígidos? É uma peça pequena ou grande?

Qual técnica eu vou usar junto com a melhor linha para artesanato?

Existem diferentes fios e agulhas para cada tipo de técnica e essa definição afeta diretamente o seu resultado. Por isso, confira qual a técnica que será usada e veja no rótulo do novelo escolhido, no site do fabricante do fio, ou ainda consulte os vendedores de lojas e sites de e-commerce especializados para obter as indicações de agulhas ideais para o seu projeto. 

Conhecer a estrutura do seu projeto é o pontapé inicial para escolher o melhor fio

Confira o TEX do fio

Não sabe o que é TEX? Eu explico: é uma medida que indica a espessura do fio baseada no peso do produto. Quanto mais fino o fio, menor é o TEX, ou seja, a sua espessura. E essa informação de peso, metragem e composição do fio, assim como a agulha indicada, está no rótulo do produto.  

Por exemplo, se você quer produzir um maxi casaco, opte por produtos com TEX alto. Essa informação também é importante caso você precise substituir um fio. Neste caso, preste atenção também à composição e à torção do fio, que influenciam no resultado final da peça. 

Escolha a cor adequada

Esse ponto também é importante para que seu projeto saia como o esperado. Pequenas variações de cores podem mudar o visual e resultado final. Portanto, sempre avalie com cautela e claro, use a criatividade para ousar em peças que permitem a imaginação fluir. 

Preço do fio

Os fios variam muito de preço, de marca para marca, de composição para composição, etc. Por isso, avalie o seu orçamento disponível, mas não esqueça de considerar a qualidade do seu trabalho. Um fio mais caro pode ter maior durabilidade e qualidade, proporcionando um projeto final mais bonito e de maior valor agregado.   

Dicas bônus de fios de acordo com as principais técnicas 

Amigurumi: no mundo encantado dos amigurumis, as possibilidades são infinitas. Você pode explorar formas lúdicas e criativas utilizando fios com cartela de cores toda pensada no universo infantil e no conforto visual das crianças. Ele proporciona resultados perfeitos ao seu projeto, deixando o trabalho levemente estruturado e com a maciez do algodão.  

Se você quer surpreender, ainda existem fios com toque aveludado para deixar com aspecto de pelúcia ou fios tecnológicos que fazem o bichinho brilhar no escuro. 

Bordado: é uma técnica que oferece um mar de possibilidades, entre pontos, cores e formas. Você pode usar o bordado para ressignificar peças, imortalizar recordações, expressar emoções e contar histórias.  

Existem vários estilos de bordados para você se expressar, basta descobrir qual se identifica mais com a sua personalidade. A dica aqui são as meadas com composição de algodão egípcio, gazado, penteado e mercerizado com um dégradé de cores incríveis. Suas histórias/emoções ficarão eternizadas em seus bordados. 

Crochê: para os amantes do crochê, escolha o fio que permite inúmeras possibilidades, em peças tanto de inverno, quanto de verão, se adaptando bem às diferentes temperaturas. 

Amigurumi

Tricô: se você é da turma que se identifica mais com o tricô, vale lembrar que essa técnica é muito flexível, e você pode criar peças de moda que podem ser usadas em todas as estações do ano. Se você está pensando em uma peça confortável e leve para a primavera, pode usar um fio de algodão com uma pegada mais fluída e suave. 

Se quiser uma pitada de cores nesse projeto, existem opções que dão um efeito maravilhoso, pois o fio é mesclado com várias cores e provocam um efeito lindíssimo na peça final. 

Para os dias mais quentes, prefira fios que deem leveza às peças, com uma espessura mais delicada e que proporcionem maciez e conforto, mantendo o frescor na peça. Para a meia-estação, com temperaturas mais amenas, como o outono, opte por peças mais aconchegantes, mas não muito pesadas. 

Macramê: exige um fio com espessura maior, que seja macio e firme, com flexibilidade para fazer os entrelaçados. O barbante e o cordão de algodão são bem usados para criar peças, especialmente para iniciantes. Existem fios desenvolvidos especialmente para a técnica, feitos 100% de algodão. 

Esse material ajudou a inspirar novas criações e técnicas artesanais? O trabalho feito à mão é um eterno aprendizado, cada um se adapta melhor com determinados materiais e estilos de produtos.  

Eu quis trazer para você algumas orientações que são importantes para guiar as suas escolhas, mas sinta-se livre para experimentar, testar novas possibilidades e encontrar a melhor linha para artesanato. Ah, e não esqueça de compartilhar comigo também, quero saber das suas dicas, escreva nos comentários!

E bons trabalhos!  


0 comentários

deixar um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *