A FARM é uma marca carioca de roupas femininas que, desde sua fundação, carrega forte ligação com a arte, a música e a natureza. Na FARM as peças são elaboradas tendo em vista seus mínimos detalhes. Elas são, acima de tudo, demonstrações de afeto direcionadas ao público.

Dona de uma atmosfera voltada ao natural, a marca é muito atrelada à moda circular e diversos outros conceitos que permeiam o meio ambiente. Ela logo atingiu o sucesso com o consumidor, mas sem perder sua essência. Sempre atenta ao essencial, a FARM se mostra engajada com as mais diversas causas socioambientais. Não foi surpresa, então, o lançamento da re-FARM, um segmento de peças com foco na sustentabilidade. Segundo Pedro Horta, porta-voz da marca, trata-se de uma plataforma de sustentabilidade da FARM que visa diminuir o impacto ambiental que a produção pode gerar. Nasceu da ideia de reutilização de produtos antigos para a elaboração de novos.

A marca, então, lançou sua coleção de re-Farm jeans, uma linha pensada com a mentalidade da diminuição do impacto ambiental que a produção poderia causar. São produtos feitos predominantemente de algodão fornecidos por produtores credenciados com as certificações ABR (Algodão Brasileiro Responsável) e BCI (Better Cotton Initiative), garantindo assim a qualidade do material desde seu cultivo até se tornar o produto final.

Pedro diz que a linha foi pensada para trazer ainda mais a mentalidade sustentável para a marca e seu público. Na linha de jeans da FARM, o algodão é a fibra predominante, mas seu caimento e toda sua estrutura são devidamente elaborados levando em conta a maleabilidade do produto, proporcionando conforto e estilo a quem usa. Tudo se renova e tudo pode ser sustentável. É isso que a FARM demonstra ao criar essa consciente linha de produtos.