Criada em 2015, a Mr. Stone é uma marca relativamente nova no mercado de moda masculina brasileira, mas com muito conhecimento e experiência por trás de sua história.

Marca própria da extinta Styllus Confecções, fundada em 1985, que passou a se chamar HC Brasil Têxtil em 2004 por causa de sua expressiva produção para o exterior.

Com mais de 30 anos de atuação, a HC Brasil é referência em Private Label no País, fabricando peças de vestuário para grandes marcas brasileiras.

“Esses anos todos produzimos para diversas marcas renomadas do Brasil e do exterior, e com todo esse know how, sentimos a necessidade de criar uma marca própria”, diz Luciano Vercesi, que coordena a Mr. Stone.

 

Moda praia urbana

Situada em Timbó (SC), no Vale do Itajaí, um importante polo têxtil catarinense, a proximidade com Balneário Camboriú deu o tom de qual perfil a marca teria. “Baseamos nosso DNA no que chamamos de ‘lifestyle resort catarinense’, ou seja, com uma pegada urbana porém casual, praiana”, explica Luciano.

O balneário é um dos principais destinos brasileiros quando o assunto é balada, jovens e praia. Essas características estão bem definidas nas coleções da empresa. “A região também é uma grande referência em música eletrônica, night clubs, e essa associação é marcante em nossas peças, que são voltadas ao público masculino mais jovial e descolado”, explica Luciano. Ele reforça: “fazemos moda para quem gosta de sair e aproveitar a vida sem abrir mão de estar confortável e bem-vestido em um produto de ótima qualidade”.

 

Algodão reciclado

Para imprimir o padrão de qualidade internacional que a empresa trabalha, o uso do algodão é primordial por sua versatilidade e durabilidade, dentre outras características.

A cada ano a Mr. Stone lança duas coleções: Inverno e Verão. Cada uma tem, em média, 70 novas peças. A maioria produzida com tecidos 100% algodão.

Assim como está sempre em busca de novidades em questões de moda e design, a marca também se preocupa com a sustentabilidade em seus produtos. Além de implantar alguns procedimentos mais disseminados no mercado como o tingimento a seco, que utiliza menos água, ou algumas peças com tecido de PET reciclável, a Mr. Stone inovou ao reciclar os resíduos de tecidos que sobram no processo de corte das roupas.

Luciano explica que esses resíduos são desfibrados em pequenas fibras de algodão, que são novamente transformadas em fios e, posteriormente, em novos tecidos. “Esses resíduos não têm utilidade da forma como estão. Após esse processo, eles se transformam em um novo fio que será utilizado em novas peças”.

De acordo com ele, como há a mistura de diversos tipos de retalhos da HC Brasil Têxtil, cada processo resulta em um fio com um percentual de algodão diferente, mas todos têm pelo menos 70% da fibra natural.

A cara do Sul

Um dos destaques da marca catarinense é o conhecimento de mercado de sua fabricante. “Já nascemos com um nível de qualidade muito grande, em nível de exportação, pela história da HC Brasil Têxtil. Graças a ela conseguimos nos destacar ao entregar um produto de muita qualidade por um preço bem acessível”, afirma o coordenador da empresa.

Com exceção da lavanderia, todos os demais processos de produção são internos.

A localização geográfica, bem como sua área de atuação, influenciam nas cores das camisetas, moletons, bermudas e camisas polo da Mr. Stone. “Como estamos na região Sul e, no momento, é onde mais atuamos, juntamente com São Paulo e Minas Gerais, temos essa característica um pouco mais sóbria nas cores, em tons mais pasteis e não chamativos. O clima fresco contribui para isso”.

Por meio do e-commerce, a marca está presente em todo o Brasil.