Loading...

blog / Longevidade e algodão: o bom da vida é viver bem

moda & estilo | 5 de abril de 2021 | 7

Algodão é peça importante no conceito dmoda para pessoas acima dos 50 anos. Conforto e personalidade são itens básicos no ato de vestir deste público. 

Território de fronteira com o outro, nossa pele – maior órgão do ser humano –, define a nossa idade e os cuidados que temos conosco. Tais cuidados estão cada vez mais em alta, revelados pela geração contemporânea de homens e mulheres acima dos 50 anos, também conhecidos como maduros e maduras.  

Em pleno curso, mudanças de comportamentos e hábitos deste grupo refletem que, sim, está tudo bem envelhecer. Se, em meados do século passado, chegar aos 50 anos parecia um milagre, hoje, esta faixa etária representa mais de 15% da população no Brasil.  

Segundo as Organização das Nações Unidas, até 2050, mais de 22% da população mundial terá 60 anos ou mais, em comparação com os apenas 8% de hoje. Com uma boa dose de bom senso e sem se preocupar com o julgamento alheio, a geração boomer tem recebido representatividade em diversos campos, ganhado novos produtos e serviços, promovido avanços da medicina e da tecnologia e uma demanda por inovação multigeracional. 

moda acima dos 50 anos
Criação Thear, marca ageless parceira Sou de Algodão | Foto: divulgação

E a moda e a moradia para os 50+? 

Neste sentido, a indústria têxtil e da moda têm na fibra do algodão um aliado para trazer inovação a este nicho, com novos produtos e serviços que se alinhem às demandas específicas deste grupo e inovem através do design da funcionalidade.  

Neste período de pandemia, por exemplo, onde permanecemos grande parte do nosso tempo em casa, é importante perceber as adaptações que podem ser feitas neste espaço para atender as necessidades dos longevos.  

A arquiteta Danielle David, da empresa Arquitetura Minutopor exemplo, apresenta soluções rápidas parar tornar o ambiente do quarto mais funcional e adaptado. Expert em acessibilidade, a profissional lança mão da tecnologia e do design para facilitar a rotina e aumentar a independência do morador. São utilizadas cores contrastantes entre parede e piso, sensores de presença para iluminação, posicionamento adequado de tomadas, geladeira com abertura via pedal e móveis multiuso com rodinhas, entre outros. 

Oferecer comodidade, inovação e facilidades através de um ambiente adaptado é fundamental, mas é essencial também que tais espaços mantenham o aspecto de lar. E o que mais nos acolhe em nossa casa do que os tecidos das almofadas, cortinas, cama, mesa e banho? Eles revestem os espaços, imprimindo neles a nossa identidade através das cores, estampas, combinações e texturas. 

Optar por tecidos que tenham o algodão na sua composição é sempre uma boa escolha, assim como é importante evitar os produtos que tenham polster na composição, evitando assim a formação de “bolinhas”. Toalhas de banho 100% algodão, além de durarem mais, proporcionam maciez ao toque. 

moda acima dos 50 anos
Versatilidade, conforto e estilo na moda da Juanna, parceira do movimento Sou de Algodão | Foto: divulgação

A moda acima dos 50 é um reflexo das transformações 

A indústria da moda reflete também as mudanças neste segmento sêniorCom espaço de sobra e exposição de rostos e corpos jovens durante décadas nas campanhas publicitárias, desfiles esendo este o estereótipo preferido das marcas para ocuparem o cargo de influencers, vemos agora a valorização das mulheres maduras. Assistimos com mais frequência um glamour no ato de assumir os cabelos brancos, prateados, e uma exibição sem pudor dos sinais do tempo impressos na pele.  

Influencers maduras ganham também cada vez mais espaço nas redes sociais: casadas, viúvas, ainda na ativa ou não, elas exibem seu estilo de vestir, hábitos e suas casas, ganhando seguidores e abrindo caminho para uma nova forma de atuar na terceira idade. 

moda acima dos 50 anos
A marca 2rios aposta na beleza da mulher com mais de 50 anos. Marca parceira Sou de Algodão | Foto: divulgação

Segundo o IBGE  Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística –, 67% dos brasileiros com 50 anos ou mais são responsáveis pelas compras de uso pessoal e da casa. 87% deles gostariam de ser mais ouvidos pelas empresas, sendo essa uma pesquisa do Instituto Locomotiva.  

Este ésem dúvida, um mercado a ser explorado por indústrias e empresas que trabalham diretamente com o algodão, pois se trata de uma fibra que nos acompanha em todas as fases da vida. E é na maturidade que ela ganha maior valor. É aí que nossa pele fica mais fina, delicada e merece o toque macio que o algodão proporciona, seja no vestuário ou nos tecidos que revestem nossas casas.  

Quem já passou de certa idade não quer mais seguir regras pré-estabelecidas e, sim, viver com qualidade e desfrutar dbemestar. Cada um quer vestir o que lhe assenta melhor. E, como em qualquer idade, muita gente criativa inventa sua própria tendência: inventar moda com o algodão em casa é para quem já se conhece o suficiente e quer continuar experimentando o bom da vida. 

7 comentários
  1. Suelly Borges
    Suelly Borges says:

    Amo usar algodão, mas, infelizmente, não encontro muitas peças em algodão puro só tecidos mistos. Quando acho e fica bom pra mim compro logo, pois sei que vai sumir! Por fv indiquem as lojas que vendem as roupas de puro algodão!!! Obrigada!

    Responder

deixar um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *