Quando entrou no 1º Desafio Sou de Algodão + Casa de Criadores, Dario Mittmann, paranaense de Cianorte, já transitava pelo universo da moda com sua marca Made in Wonderland: o estilista de 23 anos recém-completados estava acostumado a vestir grandes nomes da música brasileira, como Karol Konká, Pabllo Vittar e Ludmilla.

Isso não mudou em nada, no entanto, sua percepção sobre a participação no Desafio. “Para mim foi incrível a experiência toda de participar do concurso. Deu uma visibilidade imensa para o meu trabalho”, comenta.

Mittmann já havia trabalhado com o algodão antes, mas não da forma que escolheu para a competição. Apostando em aplicações bordadas a mão, grafite, canetas e muitas cores, o estilista buscou se aproximar da fibra. “Eu queria que tudo fosse bem manual, num processo em que eu tivesse bastante proximidade com o tecido. Quis enriquecer o processo têxtil e, por isso, escolhi a sarja sem nenhum beneficiamento para que eu mesmo pudesse fazer isso”, explica.

Ele avalia como muito positiva a produção da coleção em algodão. “Eu gosto do algodão, acho um tecido muito versátil e confortável, que recebe bem qualquer beneficiamento artesanal. Foi até uma facilidade trabalhar com ele”, reflete o estilista, que descobriu o talento para a moda bem cedo. “Eu sempre gostei de desenhar e, desde criança, meus desenhos eram croquis, personagens, roupas, etc. Na adolescência decidi que faria isso da vida”, relembra.

A final do Desafio coroou sua participação. “Estar entre os primeiros colocados foi muito gratificante. O público gostou bastante, vi o brilho nos olhos dele quando aconteceu o desfile”, diz. Antes do concurso, ainda no Paraná, Dario já conhecia o Movimento Sou de Algodão e a Casa de Criadores pelas redes sociais. A participação no Desafio e outros projetos paralelos foram os responsáveis por sua mudança para São Paulo há alguns meses. “Acabei de me formar e, com muitas coisas acontecendo na minha vida, o Desafio foi o estopim para eu vir para São Paulo.”

Depois de desenhar a coleção que lhe rendeu o segundo lugar no concurso, Mittmann já começou a traçar seus próximos passos. “Vou continuar me aprofundando e aprimorando usando os prêmios do Desafio, e quero levar esse conceito para uma coleção comercial. E, claro, começar a pensar numa nova coleção, não dá para parar. Com a boa receptividade que vi do público geral e especializado, acho que as pessoas querem ver o que está por vir”, planeja.

Quando perguntado sobre o nome de sua marca, o estilista já faz uma mudança: “A marca se chama Made in Wonderland, mas, a partir de agora, vou assinar como Dario Mittmann.”