Loading...

blog / Como fazer artesanato? Conheça ferramentas gratuitas

| 12 de abril de 2021 | 0

O título desse artigo é a primeira pergunta que vem à mente de quem quer começar ou se interessou de alguma forma por artesanato: como fazer artesanato? A segunda, geralmente, é como fazer artesanato para ganhar dinheiro? A resposta está mais acessível e fácil do que muitos imaginam. Pode estar na palma da mão, a partir de um conteúdo gratuito que qualquer pessoa consegue acessar ou em dicas simples de como fazer do artesanato uma fonte de renda.

O interesse pelo artesanato

O trabalho manual – especialmente o tricô, o crochê e o bordado – por alguns anos carregou o rótulo de atividade de pessoas mais velhas, passada por gerações. Esse conceito permanece, mas, de uns anos para cá, houve uma modernização e renovação do handmade, com destaque para a moda e para a decoração.

Confeccionar a própria peça ou para presentear alguém se tornou algo especial, cuidadoso, exclusivo e afetuoso. Despertou a curiosidade de outras gerações que, incentivadas pela facilidade de acesso a conteúdo na internet, também passou a se interessar em aprender os primeiros pontos ou mesmo desenferrujar uma técnica já aprendida com algum familiar ou amigo.

Aliado a tudo isso, observamos um novo comportamento do consumidor, mais conectado à sustentabilidade, preocupado com o impacto social daquilo que consome, atento às alternativas de economia colaborativa, empoderamento e criatividade.

Materiais gratuitos para fazer artesanato

Para acompanhar essa tendência de mercado e as novas possibilidades se abrindo para o universo handmade, a Círculo S/A é uma das referências quando se trata de democratizar o artesanal. Uma das missões da empresa é incentivar quem nunca se arriscou e quer aprender a fazer artesanato e também ajudar quem já pratica a se aprimorar e conhecer novas ideias.

Por isso, há alguns anos, a marca começou a investir em conteúdo educativo para ensinar como fazer artesanato.

No início, eram revistas e apostilas temáticas impressas, videoaulas com artesãos explicando o passo a passo de peças. Depois, vieram o site e o blog com receitas e as redes sociais que complementavam a divulgação. Em seguida, surgiram outros formatos: e-book gratuito, canal do YouTube, lives, até chegar ao aplicativo, único desenvolvido por uma empresa de fios manuais no país. Lá, é possível acompanhar receitas e gráficos de peças usando realidade aumentada.

Baixe o aplicativo AQUI.

Democratização do conhecimento

A essência do projeto original se manteve: disponibilizar conteúdo rico, gratuito, detalhado e de qualidade em diferentes formatos. Sim, é tudo gratuito, exceto as revistas e apostilas especializadas vendidas em bancas e no e-commerce, que são produzidas seguindo temas diversos. E o que se pretende com isso? Ensinar e estimular quem está começando a se envolver e se engajar com o movimento “faça você mesmo”, seja para manter um hobby ou uma ocupação, ou para quem quer empreender, ajudando esse artesão ou artesã em diversas frentes.

Ainda citando a Círculo S/A como exemplo, sempre nos preocupamos com todo o processo de suporte aos artesãos. Por isso, além de dar insights criativos, mostrar o passo a passo em vídeo, texto e foto, ajudamos com dicas importantes sobre empreendedorismo.

Como fazer artesanato e ter uma fonte de renda

Recentemente, lançamos a função Calculadora de Precificação no aplicativo Love Círculo, mais uma ferramenta aliada nesse processo de custos e lucro, e que ajuda muito quem quer fazer artesanato para vender.

O artesão deve criar um projeto e preencher alguns campos com os dados solicitados. Ao finalizar, descobrirá o valor final que a sua peça deve ter. É possível desenvolver um novo cálculo a cada projeto e editar as variáveis dos já salvos, caso haja alguma mudança no processo de trabalho.

Todo projeto é precificado considerando custos fixos e variáveis com materiais, fretes, embalagens, impostos e comissões. A partir das informações fornecidas, é possível também descobrir o valor do salário por hora e estimar o quanto se deseja ganhar por mês. A ideia é mostrar exatamente quanto vale o trabalho do artesão e ajudá-lo a valorizar suas peças, tornando o artesanato uma fonte de renda.

A demanda para essa atualização surgiu do nosso próprio público, que sempre interagiu em nossas redes sociais pedindo ajuda sobre a melhor forma de precificar seus projetos. Então, desenvolvemos mais essa ferramenta para ser uma aliada do artesão, ajudando-o a empreender e a potencializar o seu negócio, oferecendo muito mais autonomia e independência para quem vive de arte.

O artesanato como terapia

Em tempos de pandemia, o trabalho manual se tornou um aliado e os conteúdos relacionados se popularizaram ainda mais, conquistando espaço e novos interessados em usar desta atividade como uma terapia. Não são raros os casos de pessoas que passaram a tricotar, crochetar, fazer amigurumis, bordados ou mesmo o patchwork como uma maneira de focar os pensamentos em algo produtivo.

É comprovado que o trabalho manual estimula as áreas de imaginação e criatividade do cérebro, memória, atenção e coordenação, influenciando também na sensação de bem-estar e resiliência. E, claro, vamos lembrar da satisfação ao completar um projeto feito por você mesmo!

E você, já começou ou recomeçou a fazer artesanato? Conte para a gente nos comentários se anda praticando o trabalho manual e qual é a sua maior fonte de inspiração.

0 comentários

deixar um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *