Loading...

blog / Menos é mais: entenda o minimalismo na moda masculina

moda & estilo | 16 de maio de 2022 | 0

É tempo de menos exagero e mais elegância. O minimalismo na moda masculina ganha espaço e provoca diálogos improváveis entre estilos distintos.  

É fato que a moda masculina se viu em um diferente patamar nas duas últimas décadas: os homens trocaram as enfadonhas composições básicas por um visual mais elaborado e pensado, de fato, sob o conceito de moda e da identidade própria.  

E, lá no início dos anos 2000, passamos pelo surgimento da figura do metrossexual, chamado, 10 anos depois, de “homem-pavão”. Foi quando os caras começaram mesmo a viver as tendências de moda! De uns anos para cá, já conseguimos ver mais homens com decisões maduras e coerentes em relação à construção do seu estilo, dentro das escolhas de moda. 

Quem tirou o exagero e trouxe a elegância 

Com este movimento, as tendências, que vêm e vão nesse mundo efêmero, são usadas por eles de forma mais sensata. Por falar nisso, e deixando de lado o exagero da década passada, o minimalismo na moda masculina tem se tornado uma realidade – ou até estilo de vida – cada vez mais presente.  

Kany West foi uma das personalidades que ajudou a difundir o minimalismo na moda masculina.

Depois de muito tempo com referências super coloridas da década de 1980 e, logo após os anos 2000, com um futurismo e seus tons fluo e outras extravagâncias, as cores mais neutras como preto, branco e pastel, são as que estão mais presentes nos looks dos fashionistas de hoje. 

Grandes casas de moda de luxo, como Jacquemus e Balenciaga têm se mostrado bastante fortes em relação ao movimento do minimalismo na moda, com visuais monocromáticos, lisos e uniformes.  

Kanye West talvez tenha sido uma das grandes influências na tendência, em seu desfile na New York Fashion Week de 2015, quando apresentou um visual próximo do que hoje vemos como hype. Mais pra frente, suas criações com a marca Yeezy, que, apesar de não ser forte nas roupas e sim nos tênis, ainda contribuíram bastante para este movimento.  

O tão falado look de Kim Kardashian provando que minimalismo não tem nada a ver com monotonia.

Outra pessoa influente na moda que ajudou fortemente para o hype do minimalismo na moda é a ex-esposa do músico, a empresária Kim Kardashian, amante da estética minimal da Balenciaga. O estilo também se reflete na sua marca de roupas íntimas Skims, que recentemente anunciou interesse em apostar em peças masculinas também. 

Onde está o minimalismo na moda masculina brasileira? 

O minimalismo da Dendezeiro, primeira marca brasileira a fazer uma parceria com o Instagram | Foto: divulgação

Por aqui, vemos diversas marcas apostando na simplicidade mergulhada em brasilidade. Um exemplo é a Dendezeiro, marca agênero multicultural que busca traduzir tendências, desconstruindo valores racistas e sexistas dentro do universo da moda através de peças únicas e cheias de estilo. E o mais legal, suas modelagens inteligentes com tecnologias de amarração permitem uma flexibilidade maior em relação à diversidade de tamanhos, pois elas se ajustam ao corpo de acordo com a demanda. 

Outra incrível marca brasileira que também tem o seu viés minimalista é a Another Place, que foge totalmente da moda convencional. Suas peças são, literalmente, trabalhadas na desconstrução e expressão corporal, o que precisa ser contemplado primeiro e, então, compreendido.  

Com certeza, você já se deparou com famosos e influentes por aí vestindo peças da Another Place, como Pabllo Vittar, Duda Beat e o cantor Jão. A marca não deixa a desejar para nenhuma outra empresa internacional! 

Minimalismo é marca parceira da Another Place, que conquistou personalidades da música brasileira | Foto: divulgação

A importância das parcerias  

E o mais legal dessas marcas brasileiras citadas acima é como elas buscam trabalhar seus produtos de forma sustentável. Parcerias com iniciativas importantes, como o movimento Sou de Algodão, ajudam a criar posicionamento, já que mostram a importância que a utilização do algodão brasileiro tem na composição das suas peças. Isso significa consciência, pois, fazer moda sem pensar em responsabilidade social não faz sentido. 

Já nas ruas, essa consciência do vestir se traduz facilmente, pois a composição dessas peças não é complexa e também não necessita de expertise para ser incorporada ao estilo individual. Com isso, os caras têm apostado em peças de texturas neutras que transitam bem com diversos estilos, tendo também a contribuição do Normcore como parte complementar do minimalismo na moda masculina. Essas duas tendências andam muito bem juntas e o legal desse movimento é que ele vai além da barreira das estações. Seja na primavera, verão, outono ou inverno, a simplicidade elegante consegue se fazer presente com bastante estilo junto aos seus adeptos. 

Diálogos improváveis e o minimalismo na moda masculina

E os looks que aparecem na composição minimalista fazem uma mistura de estilos que tempos atrás jamais seriam vistas juntos: o streetwear e a alfaiataria.  

Ultimamente, trazer estes dois lados opostos da moda virou algo quase que natural nos looks masculinos, nos quais você vê blazer e moletom em perfeita sintonia. Mas, é claro, há quem prefira também apostar no mais básico, não misturando os estilos, fazendo uma escolha mais fácil. 

A máxima aqui é ir de acordo com a sua identidade. Apostar em uma composição básica ou mais complexa não faz diferença, o importante é você se sentir confortável e feliz com a sua escolha de moda na hora de se vestir, não é mesmo? 

 

0 comentários

deixar um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.