Loading...

blog / Características do algodão que vão conquistar sua preferência 

algodão & sustentabilidade | 20 de outubro de 2020 | 0

Você sabia que o algodão é utilizado até na indústria bélica? E que ele é hipoalergênico? Conheça estas e outas características do algodão!

 

O dia 7 de outubro foi marcado por ser o Dia Mundial do Algodão. A data foi criada em 2019 para celebrar e divulgar o uso dessa fibra tão importante e a mais utilizada na cadeia têxtil. Puro ou com misturas, o algodão segue reinando entre os diversos tecidos disponíveis no mercado. 

De várias origens, seu nome vem do árabe e é derivado da palavra al.queTum ou “o cotão” que quer dizer felpa, ou pelo que se desprende de outros tecidos. Porém, a palavra aparece também em outras línguas como coton em francês, cotone em italiano, cotton em inglês e algodón em espanhol. 

Mas, e as características do algodão? De quantas você se lembra?

Do que você lembra quando a palavra é algodão? 

Quando falamos dessa fibra, nos vem em mente sua flor, beleza e graciosidade, já que algodão cresce em torno das sementes de sua planta. Atualmente, até colorido ele nasce, uma forma orgânica de cultivo fruto de um trabalho e pesquisa da Embrapa em colaboração da Natural Cotton Color, indústria brasileira sediada na Paraíba.  

Com tanta versatilidade, não podemos nos esquecer da sua importância na indústria têxtil e também em outras especificações.  O caroço do algodão, por exemplo, é esmagado e utilizado para produzir óleo comestível (podendo ser utilizado no preparo de saladas, maioneses molhos e frituras), biodiesel e em misturas para rações animais e adubosO algodão também surge na composição de produtos de maquiagem, como cremes, lápis, sombras, etc (Febratex Group).

Uma das principais características do algodão é que trata-se da fibra natural mais resistente, podendo ficar séculos com conservação razoável e é menos vulnerável a traças, mofos e fungos. 

Sou de algodão
Fibra cresce em torno do caroço e pode ter diversas e utilidades, do vestuário à indústria bélica | Foto: Abrapa

De antialérgico a superabsorvente: as vantagens do algodão 

Dessa forma, são várias as peculiaridades e características do algodãoNo entanto, as mais conhecidas são sua suavidade, confortabilidade, maciez, secagem rápida. Mas, também podemos destacar outras duas características de importância ímpar: o algodão é hidrófilo e hipoalergênico. 

O algodão hidrófilo, desengordurado, branqueado e esterilizado é aquele que tem afinidade com a água, ou seja, possui ótima molhabilidade, alta absorção de líquidos, sendo indicado para higiene e assepsia da pele.  

Seu uso hospitalar, por exemplo, é inquestionável, já que é hipoalergênico. Isto significa que tem baixa tendência para provocar alergias, pois o tecido feito de algodão tem respirabilidade, possibilitando a entrada e saída de ar. Dessa forma, há uma troca de calor com o meio ambiente diminuindo, assim, a formação de odores em roupas e objetos, inibindo reações alérgicas. 

Outra caraterística do algodão é que ele pode também fazer parte da indústria bélica. Entre seus usos mais curiosos, estão a fabricação de explosivos e pólvora. Além disso, o refugo da fiação da fibra é usado na produção de estopas e barbantes. Um exemplo, a celulose da planta serve para a fabricação de papel moeda – na nota de dólar por exemplo, compõe 75% de todo o material. 

Quais são os tecidos de algodão brasileiro mais populares? 

Temos vários tipos de tecidos de algodão produzidos no mercado brasileiro. Confira alguns: 

  • Algodão fio 24 – é um material 100% algodão, porém com qualidade inferior. É um tecido fino e pouco durável, sendo que seu usobasicamente, se concentra na confecção de camisetas promocionais em grande escala. 
  • Algodão fio 30 – Penteado. É o tipo de algodão mais utilizado na confecção de camisas básicas, pois sua fibra é macia e durável. Ótimo custo x benefício. 
  • Malha comfort – essa fibra é o que há de melhor no quesito conforto. Seu toque é macio e suave, sendo usado para confeccionar peças mais leves. É mais cara, tipo exportação, porém, mais macia e mais durável do que as de fio 24 e 30. 
  • Brim leve – muito utilizado para confecção de jalecos para estudantes. 
  • Brim pesado – é o mais consistente, pesado e geralmente utilizado para confecção de avental de churrasqueiro, calças e uniformes profissionais. É altamente resistente. 

O algodão está em alta! 

Atualmente, temos observado uma grande procura dos profissionais da moda por tecidos com composição de algodão. Isso porque o algodão está cada vez mais valorizado por todas as características e benefícios que ele proporciona.  

E precisamos valorizar esta fibra, especificamente, a que o Brasil produzjá que somos o maior produtor e exportador de algodão sustentável 

Como produtor, o Brasil ocupa a 4ª posição atrás da China, Índia e Estados Unidos. Em 2019, por exemplo, a produção superou o ano anterior e esta conquista deve-se à qualidade do algodão nacional. Cerca de 77% de toda a produção nacional é certificada pelo Programa Algodão Brasileiro Responsável – ABR. E, somado ao clima favorável, à alta produtividade, a variedades adequadas da planta e regularidade de fornecimento da matéria prima, o algodão brasileiro conquista cada vez mais o posto de “queridinho” da indústria têxtil.  

Outra coisa boa é que neste ano o Brasil registrou recorde na exportação. Em 2020até julho, nosso país exportou 1,9 milhão de toneladas de algodão em pluma, segundo a ANEADeste total, 97,5% do algodão exportado pelo Brasil vai para o continente asiático. A China, apesar de ser um dos maiores produtores mundiais, depende do Brasil já que não consegue atender à demanda interna.    

Valorizar o algodão é valorizar o produto nacional 

Dentro deste contexto, é, portanto, fundamental valorizar a cadeia de fornecimento do algodão e a indústria têxtil nacional. Afinal, somos o único país do ocidente que detém uma cadeia completa e produtiva — da lavoura à passarela. 

Aqui nEcomaterioteca, catalogamos e classificamos diferentes tecidos feitos com fios de algodão, como algodão certificado ABR/BCI, algodão reciclado, algodão orgânico e misturado com poliéster reciclado (PES PET), além de linho, viscose, seda, cânhamo, poliamida entre outras. Os tecidos são catalogados de acordo com as características individuais e classificados como sustentáveis, orgânicos, biodegradáveis ou ecológicos.  

0 comentários

deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *