Loading...

blog / Quando acontece o plantio do algodão?

algodão & sustentabilidade | 1 de julho de 2020 | 0

Quando o assunto é lavoura de algodão, é comum pensarmos rapidamente no campo já branquinho, poético e pronto para a colheita. No entanto, é preciso relembrar que antes de chegar a este estágio, foi preciso muito trabalho e paciência para a natureza fazer o seu trabalho. E tudo começa com a preparação do solo e o plantio do algodão.

Essa primeira etapa é a mais importante e que prevê a qualidade da colheita meses depois. Aqui no Brasil, a época de plantio e, consequentemente, de colheita, varia de acordo com as características climáticas de cada região produtora. Somos um país enorme, então você já imagina que cada região tenha as suas particularidades, né?

Fizemos um calendário simples e objetivo para que você possa ter uma visão holística dessas duas etapas importantíssimas. Elas são imprescindíveis para o produtor alcançar altos patamares de produtividade e um algodão de qualidade visando o mercado nacional e internacional.

O calendário apresenta a época de plantio e colheita dos 10 principais estados produtores, que são filiados à Abrapa:

Região Norte

Tocantins: Plantio entre dezembro e fevereiro. Colheita entre maio e julho;


Região Nordeste

Maranhão: Plantio entre dezembro e janeiro. Colheita entre junho e setembro;

Piauí: Plantio entre dezembro e janeiro. Colheita entre junho e setembro;

Bahia: Plantio entre novembro e fevereiro. Colheita entre junho e setembro.


Região Centro-oeste

Mato Grosso: Plantio entre dezembro e fevereiro. Colheita entre junho e setembro;

Mato Grosso do Sul: Plantio entre novembro e janeiro. Colheita entre abril e agosto;

Goiás: Plantio entre dezembro e janeiro. Colheita entre junho e agosto.


Região Sudeste

Minas Gerais: Plantio entre novembro e março. Colheita entre maio e agosto;

Paraná: Plantio entre outubro e dezembro. Colheita entre abril e junho;

São Paulo: Plantio entre outubro e dezembro. Colheita entre abril e junho.

Como você pode notar, em função da diversidade climática característica de cada região, tem-se períodos distintos de plantio e de colheita do algodão no Brasil. E isso é positivo por dois aspectos principais:

(1) a compra dos insumos é realizada de maneira escalonada, o que permite um melhor fluxo destes em direção às propriedades rurais

(2) já que o algodão é colhido em diferentes épocas, os embarques internacionais e abastecimento domestico das industrias têxteis nacionais é realizado também de maneira periódica, com fluidez ao longo dos 12 meses do ano.

0 comentários

deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *