O algodão sempre foi reconhecido pela longevidade dos tecidos feitos com sua fibra e pela maciez única do seu toque. Sua origem natural e qualidade são lembradas por todas as gerações como sinônimos de durabilidade e conforto.

E se fosse possível melhorar o que já é bom, e ainda por cima de forma sustentável? Pois já tem gente cuidando disso.

A Comfort resolveu ampliar o universo dos amaciantes para além do cheirinho bom: na sua nova campanha, ela declara Vida Longa às Roupas com o consumo consciente no mundo da moda. Afinal, sempre temos aquelas peças que queríamos que durassem para sempre. E roupa que dura é roupa a menos para ser descartada.

A formulação concentrada de Comfort pode até economizar água, pois o produto é desenvolvido para ciclos com apenas um enxágue. A embalagem do produto é 100% reciclável e menor: isso otimiza a logística e o CO2 emitido no transporte dos produtos é consideravelmente reduzido.

E não para por aí. O processo de produção também foi pensado para reduzir ao máximo os impactos ambientais. A começar pela gestão de efluentes e resíduos: todo efluente gerado na fabricação dos produtos passa por uma estação de tratamento e é reutilizado em serviços gerais, além de, depois de um filtro final, ser também reutilizado na produção de amaciantes.

Além de repensar constantemente a produção para gerar menos resíduo, a fábrica do amaciante Comfort é “zero aterro” desde 2012 – isso quer dizer que 100% dos resíduos são enviados para alguma alternativa de reuso, processamento, reaproveitamento ou reciclagem.

Até a energia usada na fábrica é sustentável: toda a eletricidade usada provém de fonte renovável e com certificação de zero emissão de CO2. E falando em certificação, faz 20 anos que o sistema de gestão da fábrica é certificado pela ISO 14001.

Quem agradece esse comprometimento é o meio ambiente, a moda consciente e todos nós, responsáveis por um futuro melhor e mais sustentável.