A empresa vem passando por uma série de aprimoramentos em seus processos, com ênfase ao acabamento diferenciado de seus produtos.

Atuando há mais de 70 anos no mercado têxtil brasileiro, a Capricórnio passa por profundas transformações para aprimorar ainda mais o seu negócio. Nos últimos quatro anos, a 3ª geração dos fundadores vem implantando mudanças para garantir maior profissionalização, aperfeiçoamento dos processos internos e produtos cada vez mais diferenciados.

O resultado de todo este trabalho será foi apresentado em maio, quando a empresa lançou sua nova coleção com cerca de 20 novos produtos e apresenta ao mercado seu reposicionamento de marca.

O novo processo de gestão já começou a surtir efeitos importantes. Em 2017 a Capricórnio foi eleita a melhor empresa do setor têxtil no ranking das Maiores e Melhores Empresas divulgado pela revista Exame.

Atualmente, os esforços na produção estão concentrados para oferecer um acabamento diferenciado dos tecidos. “A Capricórnio sempre teve um parque fabril muito moderno. Neste momento a empresa está investindo em novas máquinas para garantir um acabamento que proporcione produtos mais versáteis e maior variedade”, explica Taíssa Cruz, gerente de Marketing e Comunicação da empresa.

A proposta é aprimorar a finalização dos cerca de 60 produtos que compõem seu portfólio. “A partir do nosso produto final o cliente conseguia fazer variações com diferentes tipos de lavagem. Com as novas técnicas de acabamento entregamos um tecido que requer menos processos de lavagem, o que garante às confecções mais rapidez na fabricação de suas coleções, com um processo menos oneroso e consequentemente com maior rentabilidade”, ressalta Taíssa.

Um dado importante: 90% de todo o tecido produzido pela Capricórnio tem, pelo menos, 70% de algodão em sua composição.

Venda consultiva
A gerente faz questão de salientar que, além do amplo portfólio de produtos, outro diferencial da Capricórnio é a capacitação profissional de seus representantes comerciais, que atuam como consultores. “Nosso foco é o cliente. Como estamos atravessando uma profunda transformação de nossos processos internos, queremos compartilhar nosso know-how com as confecções para que elas também aprimorem seu negócio”.

Os representantes comerciais da empresa são capacitados para apresentar todo o portfólio da empresa, em detalhes, sugerindo ainda opções de lavagens especiais que irão proporcionar mais retorno financeiro às confecções.

Ela explica que a Capricórnio busca constantemente se diferenciar na cadeia produtiva do denim, por meio de parcerias e oferecendo conteúdo relevante aos seus clientes. “Entendemos que, quando as confecções aprimoram seu modelo de gestão, toda a cadeia produtiva é beneficiada. Acreditamos muito na colaboração”.

Sustentabilidade
Caminhando lado a lado com o aprimoramento da gestão da empresa estão os projetos voltados à sustentabilidade do processo produtivo. A Capricórnio está investindo para garantir a excelência em toda a cadeia produtiva. Na empresa há um rigoroso controle de efluentes e uma busca constante para executar o processo de tingimento de maneira mais sustentável. Os resíduos eletrônicos são doados para uma ONG de crianças e adolescentes, que utiliza esse material para ensino, os restos de madeira também são transformados em móveis de pallets por uma artesã local, enfim, todos os resíduos sólidos são tratados e descartados de forma sustentável.

Os projetos se estendem também ao ambiente de trabalho e envolvem todos os colaboradores. Uma das iniciativas que deve ser implementada, em prol do bem-estar dos colaboradores, é a instalação de hortas nas fábricas.

História de sucesso
Fundada em 1946, a Capricórnio Têxtil é hoje a terceira maior produtora de denim do Brasil. Atua em toda a cadeia produtiva, desde a compra do algodão, passando pela fabricação de fios, até a finalização do tecido. A empresa atua em todo o Brasil, tendo seus mercados principais nas regiões Sudeste, Sul e Goiânia.

Para atender à demanda, a empresa possui unidades em São Carlos (SP), Bragança Paulista (SP) e São Paulo. Sua produção total é de 45 milhões de metros de tecido.

Fundada com o nome Lanifício Capricórnio, iniciou suas atividades no ramo da lã. Na década de 60 passou a fabricar tecidos sintéticos, como tergal e gabardine. A produção do denim teve início nos anos 80.

Recentemente a empresa foi certificada pelo BCI – Better Cotton Iniciative, e também acaba de firmar parceria com o Movimento Sou de Algodão.