05 abr X

O mercado plus-size masculino

Nem só do universo feminino vive o mercado plus-size. Um relatório de 2016 da Mintel revela uma oportunidade de crescimento para o mercado de plus-size masculino: “Cerca de um quinto (17%) dos compradores de roupas masculinas buscam roupas de tamanhos maiores quando fazem compras na loja, com maior representatividade entre os homens entre 25 e 34 anos (21%). ”

O mercado Plus-size para homens

Cada vez mais vaidosos, os homens deixam de aceitar roupas sem estilo: eles querem e buscam consumir moda. Mais do que roupas maiores, eles querem roupas grandes que unam conforto e estilo.

modelo-plus-size-masculino
Foto: The Guardian

Nos Estados Unidos por exemplo, em 2014 as lojas de roupas femininas plus-size geraram US $ 9 bilhões em receita, distribuídas em 6.000 lojas (IBISWorld). Há menos de 1.000 lojas desse tipo para os homens, e elas geraram apenas US $ 1 bilhão no mesmo período. Existe ainda muito espaço para os varejistas.

Além do basquete, ídolos corpulentos de esportes como hóquei, futebol americano, rugby e cricket se tornam ícones da moda e influenciam o estilo dos homens globalmente. Essa mudança de tamanho não era refletida na moda ou nas marcas até recentemente. O crescimento de super-heróis da cultura pop, como o Superman, retratado pelo encorpado Henry Cavill em 2013 e 2016, em vez do Christopher Reeves de 1978, mostra claramente essa mudança de tamanho como algo a se considerar como uma nova referência estética.

super-homem-ator-plus-size-masculino
Foto: DC Entertainment

Tipos de plus-size masculino

O homem plus-size não se resume no homem acima do peso estereotipado. Pensando nesse mercado, dividimos esses homens em três perfis: O Bodybuilder, O acima do peso e O alto elegante.

O Bodybuilder: Passa muito tempo na academia ou treinando e tem proporções como o peito largo e braços fortes.

O Acima do peso: Homens com cintura larga e medidas grandes. Tem dificuldade em encontrar calças e blusas que caibam no seu corpo.

O Alto elegante: Lembra o corpo de um jogador de basquete ou nadador: magro, musculoso e extremamente alto. Tem dificuldade com mangas e calças, que acabam ficando curtas.

Entender que plus-size não é um termo ofensivo ou de conotação negativa é um desafio ainda para muitos consumidores e varejistas. Ao criar tamanhos maiores, não se deve simplesmente adicionar centímetros a produtos já existentes. De um ponto de vista técnico, as marcas que simplesmente fazem isso cometem o erro de não reajustar as modelagens.

Além disso, implementar uma oferta plus-size em uma linha masculina já existente pode ser complicado em relação à diferença de preço. As matérias-primas são geralmente um dos principais decisores de custo e mais material é utilizado para roupas maiores. Quanto mais matéria-prima, maiores os custos. Mas mais do que estratégias de preço, existem pessoas por trás de tudo isso – e estilo deve ser um fator crucial para criar as peças.

modelo-esporte-plus-size
Foto: Under Armour

Alguns e-commerces de nicho para conhecer e se inspirar: Bigdude e Bad Rhino do Reino Unido, Chubstr dos EUA e Johnny Bigg, da Austrália.