Já falamos muito aqui sobre como as peças feitas de algodão são de qualidade. Mas a qualidade dessas peças só é possível graças a uma série de cuidados em todas as etapas na fabricação do tecido. Até chegar a indústria têxtil para virar roupa o algodão passa por muitos processos. Todos eles são orientados e fiscalizados com rigor pela Abrapa e seus parceiros. O recente “Centro de Referência em Análise” do Algodão hoje centraliza a padronização de todo o algodão produzido no Brasil. O algodão é produzido nos campos de diversos estados brasileiros, principalmente Bahia e Mato Grosso, depois de colhido ele é transformado em pluma nas algodoeiras. Depois na fiação o algodão bruto vira fio. Essa etapa é uma das mais importantes, pois aqui o fio é submetido a vários testes que vão garantir sua qualidade, por exemplo: os testes de resistência.

O fio que tece a moda brasileira

Depois de testados e aprovados os fio de algodão são enviados para tecelagens de todo o país para virar tecido cru. Muitas iniciativas são tomadas para assegurar a padronização, classificação e fiscalização que garantem a excelência do algodão brasileiro. Isso também é uma segurança para os produtores e para os compradores, nosso produto é muito bem visto lá fora em razão desse controle. Portanto os fios que tecem a moda brasileira são de altíssima qualidade. O tecido de algodão inspira as mais diferentes criações fashion que acabam virando ícones, marcam fases, nos emocionam e apaixonam. Acompanhamos tudo isso com olhos atentos ao incrível mundo da moda.