Algodão e Sustentabilidade

O conceito Renner de oferecer moda responsável

O conceito Renner de oferecer moda responsável 

Responsabilidade social, ecoeficiência e retorno financeiro. Pilares em que grandes empresas, preocupadas com sustentabilidade, apostam para crescer em conjunto com seus parceiros, fornecedores e colaboradores, além de oferecer um produto responsável para os consumidores.

Esse é o modelo de trabalho da Lojas Renner S.A., maior varejista de moda do Brasil, que ganhou nos últimos dois anos o prêmio de empresa mais sustentável do setor de varejo, promovido pela revista Exame. Nascido em 1965, o grupo foi a primeira corporação brasileira com 100% das ações negociadas em bolsa, e está listado no Novo Mercado, grau mais elevado dentre os níveis diferenciados de governança corporativa da B3 (Brasil, Bolsa, Balcão). 

Atualmente, o grupo possui 510 lojas espalhadas por todos os estados do país, sendo 328 Renner (326 no Brasil e 2 no Uruguai), 98 Camicado, do segmento cama, mesa e banho, e 84 Youcom, especializada em moda jovem.

Lojas Renner S.A. não possui fábrica própria. Até o final de 2016, trabalhava com 460 fornecedores de revenda nacionais e internacionais ativos, que fabricam os produtos vendidos nas lojas. 


Sustentabilidade

 De acordo com Vinicios Malfatti, gerente sênior de Sustentabilidade da Lojas Renner, o exercício que a empresa fez internamente, em termos de sustentabilidade, foi criar um conceito de moda responsável, que se destrinçam dentro de 4 pilares: fornecedores responsáveis, gestão ecoeficiente, engajamento de colaboradores, comunidades e clientes  e produtos e serviços sustentáveis. Para eles, não adianta apenas estar dentro das conformidades sociais e ambientais, se não garantirem o desenvolvimento do fornecedor.

“Quando nós olhamos nosso histórico, vemos fornecedores que começaram com a Renner 20, 30 anos atrás, e hoje são nossos maiores fornecedores. Temos um conceito de trabalhar, que é o ‘crescemos juntos’”, explica Malfatti.

A fim de fortalecer o trabalho no país, atualmente, cerca de 70% da produção da Renner é feita no Brasil, e os outros 30% no exterior.

O pilar de ecoeficiência do grupo abrange muitos cuidados em prol do ambiente, que inclui redução do consumo de energia e água e redução de emissões de GEEs (Gases de Efeito Estufa). Tudo isso tanto do ponto de vista interno como dos fornecedores. Há ainda um cuidado extremo com os resíduos. Segundo Malfatti, 98% dos resíduos gerados são reciclados, ou seja, são levados de volta para a operação da empresa e reutilizados. Outro ponto de preocupação e responsabilidade é a toxicidade, a fim de manter o grau aceitável nos produtos.

 

Conservação de energia

 “Temos uma preocupação bastante grande com nossas construções e reformas de lojas, pois estamos crescendo muito. Nós certificamos três lojas dentro do conceito Leed (Leadership in Energy and Environmental Design), de construções sustentáveis, para reduzir impactos dos pontos de vista de água, energia e deslocamento de matérias-primas, pontua Malfatti.

Na questão de energia, todas as lojas Renner são iluminadas com lâmpadas de LED (que consomem menos energia do que as convencionais incandescentes ou fluorescentes). A tinta usada nas novas lojas é sempre à base de água, processo que, aos poucos, vai entrando nas novas construções. A madeira utilizada é certificada. Ou seja, é uma série de boas práticas eles estão levando para dentro de seus objetivos de boas práticas.

Em 2016, a Renner conseguiu uma redução de 10% nas emissões de CO2, além de uma diminuição considerável no consumo de Quilowatt-hora consumidos pelas operações de eficiência. Nessa linha, eles ainda desenvolveram um laboratório de matérias-primas com o objetivo de diminuir os impactos.

 O trabalho de engajamento da Renner visa a criar agentes de transformação. Isso inclui colaboradores, clientes e o Instituto Lojas Renner, que está, entre outras coisas, focado no empoderamento da mulher na cadeia têxtil, com uma série de projetos realizados para recrutar comunidades.

O projeto Mais Eu é a forma utilizada por eles para financiar o Instituto Lojas Renner. Assim, 5% das vendas líquidas dos quatro dias após o Dia dos Pais são destinadas ao instituto anualmente.

 Eles ainda mantêm parcerias com a ONU-Mulheres, da ONU (Organização das Nações unidas), a OIT (Organização Internacional do Trabalho) e ONGs (organizações não-governamentais) locais que ajudam no empoderamento de mulheres. Um deles é a captação e treinamento de refugiadas, dando uma oportunidade real de recomeço. O Instituto Lojas Renner oferece dois cursos: escola de costura e atendimento no varejo. Entre 2016 e 2017, 120 mulheres refugiadas foram capacitadas nessas duas áreas.

“Após serem selecionadas, elas recebem capacitação. Algumas são aproveitadas dentro das lojas Renner, outras prestam serviços a fornecedores e outras acabam empreendendo.” As participantes recebem formação tanto para costurar como para se tornarem novas empreendedoras. O instituto ainda mantém convênios e parcerias com universidades, sempre visando a qualificação das mulheres com um olhar mais sustentável dentro do mundo da moda.


Produto responsável

O conceito da Lojas Renner para produtos é o de que eles ofereçam o mínimo de impacto, e isso se mostra por meio de certificações. A empresa trabalha com vários tipos de tecido, mas quando o assunto é algodão, o esforço máximo é para que a fibra tenha um caráter responsável, que seja certificada, para que garanta sua procedência.

“Nós temos certificação BCI (Better Cotton Initiative), que prega a produção de um algodão melhor para o trabalhador, ao meio ambiente e para o futuro do setor, e da Abrapa (Associação Brasileira dos Produtores de Algodão), que igualmente fomenta a produção e o uso da fibra sustentável. Em 2017, teremos 5% do nosso algodão certificado, subindo para 15% em 2018, aumentando gradualmente esse percentual nos próximos anos.”

É um trabalho sério e um esforço contínuo no cumprimento das boas práticas, para oferecer ao consumidor produtos e pontos de venda sustentáveis, reavaliando o passado, e mudando o presente para oferecer um futuro cada vez melhor!