Your address will show here +12 34 56 78
Notícias
Já falamos muito aqui sobre os benefícios de usar roupas de algodão. Sabemos que ele tem inúmeras qualidades como conforto, leveza e suavidade. E optar pelo algodão tem a ver com personalidade e atitude. Por isso, vamos ampliar nossa visão e pensar sobre o que é essa “atitude mais algodão”. Afinal, ela pode ir muito além do nosso guarda-roupa. O movimento Sou De Algodão incentiva um estilo de vida que tem a ver com a mudança de hábitos. É um convite para uma vida mais saudável e bem menos agressiva com o meio ambiente. Então, por que não levar essa ideia para outras áreas da nossa vida? Como, por exemplo, refletir sobre a nossa própria produção de lixo. Repensar nossos hábitos alimentares e a relação com o nosso corpo. Dar atenção redobrada ao nosso consumo de água. E por aí vai. Um bom jeito de fazer com que essa ideia chegue ainda mais longe é compartilhar esse estilo de vida com as pessoas ao seu redor. Pode ser sua família, seus amigos, seus vizinhos. Conte a eles o que você tem feito para viver uma vida mais saudável e convide-os a fazer também. Afinal, esse esforço é justamente pelo bem de todos. E não precisa ser radical: você pode ir mudando aos poucos que já vai ajudar bastante. Comece incluindo o algodão no seu dia a dia, seja através de suas roupas ou da escolha dos seus lençóis e demais itens. Diminuindo o consumo de água e a produção de lixo. Influenciando sua família a fazer o mesmo. Pois se cada um adotar atitudes conscientes, vivendo uma vida cada vez mais algodão, o planeta e as próximas gerações agradecem muito. vida-mais-algodao
0

Comportamento
Estas semanas de liquidação são uma delícia para quem adora comprar peças novas. “Descontos de até 80%”. “Compre um, ganhe outro”. “O segundo pela metade do preço”. São vários os apelos para nos convencer de que a compra é de fato imperdível. É importante lembrar, contudo, que o frenesi que sentimos quando vemos uma promoção pode confundir o nosso julgamento. Afinal, a excitação de garantir um desconto pode deixar o nosso senso crítico um pouco de lado. Que tal adotar algumas boas práticas de compra consciente nestes momentos?

Dicas para compras conscientes durante as promoções

A primeira delas é pensar se realmente aquela peça vai fazer diferença no seu guarda-roupa. Será que você não tem algo parecido? Em que momentos você usaria ela? Outro ponto importante é ponderar se você realmente gostou da peça ou se está levando apenas porque o preço está bom. Se for o último caso, lembre-se que por mais barata que a peça esteja você ainda tem que pagar por ela. E que se não vale a pena, não é uma boa compra. E uma última dica que deixamos é uma que falamos sempre aqui no blog: olhe a etiqueta de composição dos produtos. Ela mostra exatamente o que estamos levando para casa. Às vezes, aquele vestido que está com um desconto de 50% é feito com um tecido pouco nobre e, mesmo com o preço mais baixo, não compensa. Um tecido de qualidade como o algodão garante que a peça, além de ser confortável, dure por muito tempo. Essas são atitudes que parecem simples, mas que com certeza vão ajudar você a aproveitar do melhor jeito. Boas compras! blog_fabio_etiqueta
0

Sustentabilidade
O algodão é um produto tipicamente brasileiro, cultivado nas nossas terras desde a época indígena. Ou seja, ele contém nossa história e nossa cultura. E, atualmente, representa uma parte significativa da economia nacional. Isso mesmo: somos uma superpotência no agronegócio mundial e estamos entre os cinco países que mais produzem e exportam algodão no mundo todo. Celeiro do Mundo A dimensão dessa indústria se deve a uma série de fatores como, por exemplo, nosso solo fértil para o plantio, a extensão territorial disponível para o cultivo e o clima tropical que é propício para o agronegócio. Além, é claro, de um trabalho intensivo e exigente dos órgãos regulamentadores da fibra. Hoje, o algodão é produzido em dez estados do Brasil. Cada estado possui uma associação estadual de produtores filiada à Abrapa. Nessas associações trabalham milhares de pessoas que têm suas vidas entrelaçadas com o algodão. Elas desenvolvem programas de informação, capacitação, qualidade e sustentabilidade, entre outros projetos e iniciativas que visam a promover a cultura da fibra e construir uma indústria cada vez mais forte. Ainda, quando se trata de produtividade ocupamos os lugares mais altos do ranking. Esse cenário foi conquistado nos últimos anos graças às boas e rigorosas práticas na hora do plantio ao controle de pragas e aos diversos programas de incentivo ao desenvolvimento da fibra promovidos pela Abrapa e seus parceiros. Os estados mais produtivos são o Mato Grosso a Bahia e o Mato Grosso do Sul. Já a região mais produtiva no setor é o Centro-Oeste, que representa 73% do algodão produzido no Brasil. Alguns fatores são determinantes para essa classificação, como seu alto grau de tecnificação, o uso de colheitas mecanizadas, sua grande extensão territorial plana e os investimentos pesados no desenvolvimento de sementes resistentes a pragas. O agronegócio é sem dúvidas uma atividade importante, rentável e muito reconhecida no exterior. Somos vistos lá fora como o celeiro do mundo e isso é algo que devemos valorizar. Aliás, consumir o algodão nacional é uma ótima forma de incentivar este produto genuinamente brasileiro que tanto nos orgulha.
0